Os caminhos

Desde que nascemos carregamos uma certa tendência de caminho, vamos crescendo e nos moldando, escolhendo cada pedra e cada esquina, decidindo que lado será o melhor, quais as experiências que queremos viver, tudo isso lhe dando com as inconstâncias, com as mudanças de tempo, com a brevidade e bravura das situações.

Eu sempre gostei de desbravar caminhos, de conhecer novos lugares, novas pessoas, respirar ares diferentes, o caminho no meu caso não foi uma escolha, foi uma abertura, apenas me permiti e prossegui, deixei que o tempo se encarregasse de onde seria minha próxima parada, sobre qual seria meu próximo refrão, como as raízes que saem da terra e se conectam até a última folha - assim sou eu caminhando pela vida.


Fui conectando e me conectando a cada estrada, um novo caminho é uma rotina que me acompanha dia após dia, desde a mente até o coração, meus pés se vão a cada firmamento, cada anoitecer posso reconhecer que o dia foi mais do que esperei, poeticamente ou não, falando ou apenas pensando, os caminhos são a peça chave para descobrirmos quem somos, onde chegaremos nós se apenas um caminho conhecermos? Prefiro desvendar, aventurar-me por todos os caminhos possíveis que eu possa ter pela frente.

                              Holanda, março de 2019.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Antes que eu vá...

Achados da alma

E essas voltas que o mundo dá?