Motivo

Eu não tenho motivo pra ficar
Mas também não tenho pra ir
Quisera o amor me encontrar
E meu destino definir

Não preciso regressar
Não preciso seguir em frente
Não preciso fingir te amar
Como uma alma doente

Quero ficar, sem ficar
Quietinho a esperar
O sol intenso raiar
E eu poder jurar

Jurar que não irei
Mas que também não sei
Falar que ficarei
Jurar que errarei

Apenas nada dizer
Deixar a noite cair
Se quiseres vir a ter
Terás que se decidir

Motivo nunca tive
Não será agora que terei
Teu beijo era palpite
O qual jamais acertarei

Não adianta pedir
Ficar não é opção
Como não tenho motivo
Ir também não

Sem saber o porquê
Com razão ou sem
Decidi não quero ser
O caminho de alguém

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Antes que eu vá...

Achados da alma

E essas voltas que o mundo dá?