Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2019

Achados da alma

É tão lindo quando nosso ser se encontra em outro ser, quando a alma reconhece atributos tão similares aos seus e provoca uma sensação de felicidade e pertencimento ao outro, seja na amizade, no relacionamento amoroso ou no familiar, o encontro de almas é um mistério que não se pode compreender tão fácil a partir desse plano.
É apenas o sentimento que funciona como aferidor, a sensação é única e com um gostinho de nostalgia, como se estivesse revivendo outro momento, outra felicidade, em outro espaço de algum lugar do grande universo. É perceptível e visível para qualquer um, o quanto somos agraciados quando esses encontros acontecem, o quanto somos energizados e amados. A verdadeira manifestação de quem somos acontece quando encontramos os iguais.
As almas dos iguais são diferentes em apenas uma coisa: o corpo que habitam. No mais, é um composto de luz universal, pureza celestial e amor advindo da grande fonte, não esqueçam que desde lá somos puros e perfeitos. Dentro dessa nossa capa …

Sonhar agora, realizar amanhã talvez

Já ouviu falar que não se deve ir com muita sede ao pote? Ou que comer com muita fome pode não ser tão prazeroso? Nesse mesmo sentido, digo que quando realizamos depressa demais nossos sonhos, acabamos por encontrar o vazio mais rápido, os sonhos que ainda não se realizaram são como lenha para nossa chaminé em dias frios e chuvosos.
É necessário sentirmos tudo o que é atrelado à eles, até mesmo sofrermos com a agonia do quase, com a frustração do tentar de novo e com o adiamento da realização por conta de um foco repentino. A verdade é que antes de realizar é necessário se sentir realizado, a expectativa não pode ser unicamente o sonho, é necessário estar de bem com a vida para que haja algum efeito.
Raul cantava: “é chato chegar a um objetivo num instante”. Isso é uma verdade irretocável, a satisfação, o prazer e o maravilhoso sentimento de felicidade só virar quando você for capaz de criar um caminho longo e duradouro, onde seus passos sejam bem mais que objetivos supérfluos, e que su…

Trem

Vejo a cidade da janela Passa rápido, depressa Sinto que é bagatela Ficar vidrado nessa
A paisagem que linda é  Me traz uma sensação  De choro e dor no pé Que ultrapassa o coração
Se descer terás que ver Prefiro por aqui ficar Toda a gente a perecer Sem um reino para reinar 
Da janela me sinto só Mas também seguro Não é problema, sei de có Jamais atravessei o muro

De cor

Colorido não é Diferente já foi Beleza de fé  Amor pra nós dois
Azul, preto e cinza Tudo escuro, cor Tão leve que desatina Esse imenso amor 
Preto e branco  Sem vida, ida Antes manso Hoje um gorila
Apontado, o menino Por ser ele de cor  Seu nome foi Gino Chocolate bordô



Árvore da vida

Quase redonda Com seus galhos Sem muita onda Não tem retalhos
Frutos sem vida Beleza sem pudor Árvore da vida  Cheia de amor
Grossa no caule  Exuberante na folha Pura vaidade  Sabe-se doutora 
Dá-se sombra Um pico de dor Ninguém a tomba Sem sentir seu sabor
Árvore da vida Tua beleza se fez Numa linda caída  Das folhas outra vez



Sem essa

Não tenho educação Porque o estado não quis Só se eu fosse burro Para esse destino infeliz 
Aceitar, não dizer nada Não sou eu, não é de mim Vou pra rua, da calçada  Quero o direto do sim 
O sim para humanas  Para os pensamentos Não sou cabeça de anta Tenho meus adventos
Se o rei não tem estudo E faculdade ele não gosta Eu recuso esse jugo Vamos deixar de prosa
Quero agora revolução  Mudança de verdade Sem essa de tesourão  Quero mais dignidade

Imperial

Quero apenas uma Para o calor espantar  Pode ser mais uma Para o coração acalmar
Mereço um pouco mais Juro que não terminei Sei que não, jamais Apenas uma eu ei 
De conversar tanto Após copos e copos Depois do império caído Já não ter mais assunto como tópico
A última já não recordo  Só sei que deve haver Se por fim ou por decoro Quero terminar de beber

Alegria

Vem numa rapidez Vai em um segundo Oh me segura de vez Não se vá do meu mundo
E essa tristeza ferrenha Insiste em aqui ficar Diz-me ser terrenta  Que logo vai acabar
Se digo fique Se imploro não se vá  Diz que não sou fixe Que devo chorar
E ela me faz rir Ela me faz chorar Alegria de vir Tristeza de apartar

Primeiras impressões da Bélgica 🇧🇪

Tive duas passagens rápidas pela Antuérpia, onde pude perceber bastante bom gosto nos pontos turísticos e uma variedade gigante no setor alimentício, apesar da língua ser a mesma que na Holanda, eles me aparentaram serem bem mais sociáveis.
É uma cidade bastante antiga, os preços não são tão caros e a mobilidade pareceu simples, as estradas bem cuidadas e limpas. Apesar de pequena era possível ver facilmente bastante carros de luxo andando pela cidade, o que demonstra que o poder aquisitivo dos moradores é alto.
Espero ir com mais calma e vê o que acho deles em relação a cultura e o relacionamento, o pouco contato que tive foi positivo, comi algumas iguarias e fiquei admirando o portal da cidade e a estação central ferroviária. Parte muito calma da cidade apesar do grande fluxo de pessoas, em especial turistas como eu.


Primeiras impressões do Reino Unido 🇬🇧

Foi amor à primeira vista, desde o aeroporto até o aeroporto de novo as pessoas sempre muito solícitas e educadas, um inglês limpo e de fácil compreensão, os serviços bem prestados, apesar do maquinário do Aeroporto Heathrow estarem bem sucateadas, os agentes eram bem preparados e prestativos.

A cidade parece está em profunda renovação, é possível ver obras por todo lado, em relação a preços não posso falar que são bons, afinal é Libra, mas os produtos não deixaram nada a desejar. Me senti confortável, não pude ficar muito tempo porque tinha apenas uma conexão na cidade. 
Saindo do aeroporto sentido Madrid, ainda foi possível perceber que eles sabem fazer muito bem com muito pouco ou quase nada, como foi o caso da comissária de bordo que me emprestou seu carregador portátil, porque a British não dispunha de cabo USB nos assentos do voo doméstico, então só tenho poucas e boas coisas para falar do Reino Unido 🇬🇧e seu povo.

Primeiras impressões de Portugal 🇵🇹

O país lusitano me surpreendeu em quase tudo, as pessoas, a cultura, a qualidade e custo de vida foram coisas que me chamaram bastante atenção, com belezas exuberantes, não só as paisagens, mas as pessoas também, sempre bem vestidas, antenadas e modernas. Sem falar no jeito de falar, com palavras que usávamos no século passado, mas tão bem ditas que parece chique.


O transporte público é super aconchegante, desde trens a metrôs, os preços parecem justos, em relação a alimentação, considero o custo de vida bastante barato e com potencial de se comer bem gastando muito pouco, talvez seja por conta do ordenado ou salário mínimo ser menor que os outros países que conheci, as comodidades de preços e super valorização da moeda me fizeram curtir muito, mesmo não tendo tanto dinheiro para gastar.
E apenas um parágrafo para falar do povo português, de início parecem ser carrancudos e que são sérios demais, mas basta apenas se introduzir no contexto e verás que na verdade são brasileiros com um so…

Primeiras impressões da Alemanha 🇩🇪

Conheci apenas a cidade de Nordhorn, fronteira com a cidade de Ootmarsum na Holanda, percebi que os alemães estão muito globalizados, me senti quase no Brasil, com os produtos similares, cinemas, shopping, lojas de baixos preços e comidas de todos os gostos, a cidade em si é linda, pequena, mas bastante aconchegante.
As pessoas não são tão calorosas como no Brasil, mas conseguimos encontrar um alemão que nos deu informações que precisávamos sobre aquele povo, por sorte, fomos de bicicleta, com 16km de percurso, no meio do caminho encontramos um morador da fronteira que esteve a conversar e dar boas dicas, mas esse era holandês, não confundam. Brincadeiras à parte, o alemão é super difícil de falar e quando eles começam a conversar eu já saia com medo, pois é uma péssima combinação o humor deles com a língua.


A diferença entre os dois países é dicotômica, realmente na Holanda o fato de quase todo mundo falar inglês ajuda bastante na comunicação e no entendimento, os ânimos são mais calmo…

Primeiras impressões da Holanda 🇳🇱

Amsterdã me pareceu uma cidade pequena com porte de capital, com seus imóveis de planta baixa, suas milhares de bicicletas espalhadas por toda a cidade, quando não sendo utilizadas pelo povo, o transporte público extremamente caro, mas bem distribuído em todos os lados da cidade, uma curiosidade é que aceitam apenas cartão de crédito ou de débito Holandês, além de moedas para comprar os tickets de qualquer transporte através das ATMs.
O povo achei um pouco fora da casinha, parece que vivem em outro mundo, dando entender até que nem se importam que pagam tão caro por tudo, andam a madrugada inteira pelas ruas de bicicleta, falam sua língua carregada, são um pouco mais sociáveis que os alemães, mas nem tanto, encontrei excelentes pessoas e péssimas pessoas, faz parte do convívio, do momento que se vive e da energia que se tem, super normal.

Nos serviços em geral fui bem atendido, com exceção de um hostel que fiquei, estive a maior parte do tempo em uma cidade do interior fronteiriça com a…

Primeiras impressões da França 🇫🇷

Conheci Bordéus, Paris e Lille, a França definitivamente me surpreendeu, um país majoritariamente sujo, mal cuidado, muito lixo nas vias, bastante moradores de rua e um transporte público decadente, sem falar nos preços absurdamente caros, realmente não sei o que passa na cabeça das pessoas de dizerem que é um paraíso.

Os franceses me pareceram bastante resistentes em relação a falar outros idiomas, talvez porque grande parte da população fala apenas o francês e mesmo por conta do comodismo. É clara a diferença de comportamento entre negros e brancos, os primeiros são sempre muito alegres, falam bastante alto e aparentam ser mais sociáveis, o segundo grupo em sua maioria é composto por pessoas frias, arrogantes e com ar de superioridade, é claro e evidente que não é genérico, existem exceções bem grandes até.


Em relação a arquitetura, trata-se de prédios e monumentos antigos, que não me pareceram bem cuidados, com algumas exceções, na realidade Paris em especial distanciou-se muito da c…

Primeiras impressões da Espanha 🇪🇸

De cara já amei a Espanha, a arquitetura, a língua espanhola que amo, as paisagens e o clima. É bem verdade que as pessoas são um pouco frias, na delas, o que é muito fácil constatar quando se compara com os brasileiros. Pareceram-me também muito elegantes, com boa forma e cultos.
Integração Aeroporto de Barajas, Madrid.

Uma questão interessante é que a maioria das lojas, bem como restaurantes, comércio em geral estavam quase sempre vazios, não sei se tem a ver com o clima ou com a condição econômica do país, mas os bares estavam quase sempre cheios, então é um caso a se pensar. Exposições, peças e shows gratuitos eram bastante cheios também, o que era o mínimo de se esperar.
Nada de gastar, vamos correr!

Achei a qualidade do transporte público excelente, os preços não são tão baratos, e a venda é feita por trechos e por dia quando se trata do metrô, os créditos expiram e acredito que não tenha como reaver, pelo menos não consegui, um ponto negativo, então fica a dica: compre apenas par…

O fuso

Eu amanheço antes E com calma te espero Uma força pulsante Feita de flagelo 
Com vento e frio Às vezes com sol Sinto arrepio O teu cortisol
Acordo querendo-te  Tento te contar  Tão cedo no oriente Tão tarde no lar
Horas antes de mim  Tempos depois de nós Não quero pôr fim No que sonhei para nós