De cor

Colorido não é 
Diferente já foi
Beleza de fé 
Amor pra nós dois

Azul, preto e cinza
Tudo escuro, cor
Tão leve que desatina
Esse imenso amor 

Preto e branco 
Sem vida, ida
Antes manso
Hoje um gorila

Apontado, o menino
Por ser ele de cor 
Seu nome foi Gino
Chocolate bordô



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Achados da alma

E essas voltas que o mundo dá?

Sonhar agora, realizar amanhã talvez