O fuso

Eu amanheço antes
E com calma te espero
Uma força pulsante
Feita de flagelo 

Com vento e frio
Às vezes com sol
Sinto arrepio
O teu cortisol

Acordo querendo-te 
Tento te contar 
Tão cedo no oriente
Tão tarde no lar

Horas antes de mim 
Tempos depois de nós
Não quero pôr fim
No que sonhei para nós

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Antes que eu vá...

Achados da alma

E essas voltas que o mundo dá?