Primeiras impressões da Holanda 🇳🇱

Amsterdã me pareceu uma cidade pequena com porte de capital, com seus imóveis de planta baixa, suas milhares de bicicletas espalhadas por toda a cidade, quando não sendo utilizadas pelo povo, o transporte público extremamente caro, mas bem distribuído em todos os lados da cidade, uma curiosidade é que aceitam apenas cartão de crédito ou de débito Holandês, além de moedas para comprar os tickets de qualquer transporte através das ATMs.

O povo achei um pouco fora da casinha, parece que vivem em outro mundo, dando entender até que nem se importam que pagam tão caro por tudo, andam a madrugada inteira pelas ruas de bicicleta, falam sua língua carregada, são um pouco mais sociáveis que os alemães, mas nem tanto, encontrei excelentes pessoas e péssimas pessoas, faz parte do convívio, do momento que se vive e da energia que se tem, super normal.


Nos serviços em geral fui bem atendido, com exceção de um hostel que fiquei, estive a maior parte do tempo em uma cidade do interior fronteiriça com a Alemanha, a qual as pessoas sempre se cumprimentavam nas ruas, crianças bem pequenas andavam sozinhas com suas bicicletas ou carrinhos e é habitada majoritariamente por idosos, não tive experiências ruins com os locais fora da minha zona de voluntariado. A saber que no trabalho os holandeses são carrascos, não sei como aguentam trabalhar tanto, e ainda sim reclamar que pagam caro pela saúde e outras coisas, mas faz parte da vida de cada um, dentro de cada realidade.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Antes que eu vá...

Achados da alma

E essas voltas que o mundo dá?