Pular para o conteúdo principal

Primeiras impressões de Portugal 🇵🇹

O país lusitano me surpreendeu em quase tudo, as pessoas, a cultura, a qualidade e custo de vida foram coisas que me chamaram bastante atenção, com belezas exuberantes, não só as paisagens, mas as pessoas também, sempre bem vestidas, antenadas e modernas. Sem falar no jeito de falar, com palavras que usávamos no século passado, mas tão bem ditas que parece chique.



O transporte público é super aconchegante, desde trens a metrôs, os preços parecem justos, em relação a alimentação, considero o custo de vida bastante barato e com potencial de se comer bem gastando muito pouco, talvez seja por conta do ordenado ou salário mínimo ser menor que os outros países que conheci, as comodidades de preços e super valorização da moeda me fizeram curtir muito, mesmo não tendo tanto dinheiro para gastar.

E apenas um parágrafo para falar do povo português, de início parecem ser carrancudos e que são sérios demais, mas basta apenas se introduzir no contexto e verás que na verdade são brasileiros com um sotaque diferente e uma cultura sofisticada, sendo bastante receptíveis e compreensíveis para com nossas diferenças e até mesmo com a condição imigratória do país, não percebi nenhuma resistência para com estrangeiros e pelo contrário, são bastante consciente da política e realidade do país que vivem, só pude falar coisas boas dos nossos colonizadores, ainda bem.


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

E essas voltas que o mundo dá?

Hoje você está aqui  Amanhã não sabe onde Se vê numa pista de esqui Depois descendo do bonde
Ama como nunca amaste Vive como nunca viveu Sente a dor de quem magoaste E suplica por um adeus
Diz sim para o novo Rejeita o velho abrigo Se alimenta de ovo E não teme o perigo
Fala bem do imprestável Ouve mazelas do amigo Afirma não ser negociável Sair cedo do esconderijo
Pede ajuda ao estranho Nega afeto ao conhecido Remete cartas ao bando E finge ter sucumbido
Dar meia volta e meia Regressa sem sentir dor Esquece que há lua cheia E que ela te deu amor
Tenta não recordar Para a dor não sentir Sabe que se for chorar Será quando partir
Aproveita ao máximo Antes da sirene tocar  Trata-se do mastro Que esqueceu de levantar
Significa que está em casa Que na cadeira se sentou Na sala secreta, covil de arma Trai a quem te

Sobre o contemplar

Quando a capacidade de contemplar se esvair, então é a hora de morrer, uma morte capaz de trazer renovação e brilho nos olhos outra vez, de a beleza ser tocante e difusora de felicidade em quem consegue vê-la. É preciso fechar os olhos, deixar que toda ansiedade se vá, junto com a tristeza a baixa autoestima e o aperto no coração.
Apenas contemplar. É esse o conselho que vale 1.000.000.000 de libras, sua vida apenas fará sentido quando descobrires que o que tens não é pagável, os olhos e a capacidade eloquente de apreciar tudo o que existe de bom no universo é uma dádiva que jamais podemos desperdiçar. Somente contemplando fazemos jus de tudo que nos é dado diariamente, cada encontro, cada despedida e cada oportunidade de acordar outra vez e fazer tudo de novo.

Que o sol não seja visto como algo que queima, que a lua não venha como frio na barriga, que as colinas não sejam altas demais para um pássaro pousar, que todos os galhos da árvore mais seca do jardim sejam tão lindos quanto á fl…

Mais um dia meu

E o dia do meu nascimento chegou, o dia em que reflito sobre tudo o que sou e em como o tempo se faz soberano sobre tudo o que há, guardo para mim, as angústias e anseios, coloco nas mãos do grande universo o destino incerto e o agradecimento contínuo e sincero, pela linda paisagem que meus olhos veem, com pássaros e flores coloridas em uma primavera fria de algum lugar da Europa.
De tanto que poderia dizer, apenas digo que hoje sou mais velho que ontem, carrego o término e ao mesmo tempo o início de um ciclo, o que me levará aonde jamais pude imaginar, o caminho fica cada vez mais fácil quando somos capazes de visualizá-lo, nem sempre é necessário vê-lo por inteiro, mas o início é primordial, a medida que vamos nos distanciando, vamos vendo cada vez mais perto e mais perto, dos nossos sonhos aos nossos pesadelos, tudo fica mais nítido.

Me recordo de apenas uma vez, ter comemorado essa data como algumas pessoas, em que foi muito especial, devido minhas circunstâncias naquele momento, ho…